Não alimente as redes sociais

22/01/2020 | | Categories: Geral

As redes sociais são ótimas para espalhar conteúdo de forma muito eficiente. Você atinge o seu público de forma imediata e tem feedback real. Meu objetivo é tentar classificar o que deve ser postado em redes sociais e principalmente o que não deve. (Disclaimer: Este texto não é sobre Netiqueta).

Vamos começar classificando o conteúdo em função do tempo:
Altamente Vinculado – São as notícias, vagas de emprego, anúncios, avisos e notificações. Todos estes conteúdos só fazem sentido no exato momento que foram vinculados. Por exemplo: não é de muito interesse ler sobre uma vaga de emprego que foi aberta dois anos atrás.
Não vinculado ao tempo – São os artigos, reposta a perguntas frequentes, tutoriais, How-To, etc.

O meu apelo é que todo conteúdo Altamente Vinculado ao tempo deve continuar sendo postado em redes sociais. E todo o conteúdo que não tem vínculo de tempo deve ser postado em outros sites!

Para entender isso, vamos classificar o comportamento das pessoas para terem suas dúvidas respondidas:
Pergunta Direcionada – É a pergunta feita em Whatsapp / Grupos de Email e Grupos de Redes sociais. Pessoas que pouco se esforçaram pra ter sua resposta solucionada. Simplesmente enviam para o grupo na esperança que alguém responda sua dúvida. (Leia mais sobre isso no excelente artigo chamado “Geração de DBAs Whatsapp“).
Google / Mecanismos de Busca / Manuais – Grupo de pessoas que tentar achar a solução do seu problema através de pesquisa no Google, manuais online, etc.

Quando você responde uma dúvida no Whatsapp, Facebook, Linkedin, Twitter, Grupos de Email, etc, essa informação será util para uma quantidade mínima de pessoas. Primeiro porque poucos estão interessadas naquela dúvida exatamente naquele momento. É bem normal que as mesmas perguntas se repitam de tempos em tempos, a medida que outras pessoas precisarem da resposta. Quase ninguém faz pesquisas de conteúdo em redes sociais. Muitas redes sociais são bloqueadas em empresas. As pessoas pesquisam no Google! (E as redes sociais raramente são indexadas, portanto a informação não fica disponível nos mecanismos de busca). É um verdadeiro buraco negro de informação.

Pra piorar, temos exemplo de grandes sites que facilitam a criação de grupos e que desapareceram, como Yahoo Groups, Google+, Orkut, etc. Tudo que foi postado lá foi perdido com a extinção do respectivo serviço.

Em contrapartida, quando você responde alguém FORA das redes sociais (Blogs, Forums, sites autônomos, etc), essa informação vai ficar disponível no futuro para o grupo de pessoas que faz pesquisas. Em outras palavras, você está ajudando de forma eficiente não apenas uma única pessoa.

Sabemos que o comportamento da obter respostas pela “lei do menor esforço” dificilmente vai mudar e as pessoas vão continuar fazendo perguntas em redes sociais e grupos. Mas você pode ajudar da seguinte forma:
1. Responda a dúvida em algum site real ou blog.
2. Depois, envie o LINK do conteúdo para quem pergunta na rede social.

Dessa forma você preserva o conteúdo em um local visível, e utiliza a rede social apenas para notificar. Se possível, considere abandonar completamente esse tipo de mídia descartável para assuntos não descartáveis.

Comments are closed.