Oracle quer unir máquinas virtuais Java em um único kernel

Notícias relacionadas a Oracle, banco de dados, tecnologia, segurança, etc.
  

Mensagemem Qua, 10 Nov 2010 9:11 am

Oracle quer unir máquinas virtuais Java em um único kernel

As primeiras distribuições do projeto JVM unificado devem aparecer no início de 2011.

A Oracle progride em seus planos de unir as duas máquinas virtuais Java com a finalidade de produzir um kernel (núcleo de sistema) único para os servidores de código aberto GlassFish e WebLogic.

Os esforços são resultado da aquisição da em presa BEA Systems. Com a compra, a empresa de Larry Ellison trouxe as plataformas JRockit JVM e WebLogic para seu grupo, assumindo controle sobre o HotSpot JVM (ex-Sun) e o GlassFish.

“As primeiras distribuições do projeto JVM unificado devem aparecer no início de 2011”, avisa o vice-presidente de desenvolvimento da Oracle Adam Messinger. O comunicado foi dado na sexta-feira, 5/11, durante a conferência sobre desenvolvimento de softwares em São Francisco.

“Daqui para frente, nossos planos são de realizar a conversão de todos os produtos em uma máquina virtual única. Esse processo pode levar até três anos para ser completado. Até o presente momento, apenas as equipes de desenvolvedores foram unificadas”, disse Messinger. Em comunicado anterior, a Oracle havia afirmado que pretendia extrair as melhores partes de cada JVM para unir no produto final.

Também está nos planos da Oracle a partilha do microkernel HK2 nas plataformas WebLogic e GlassFish. Na página virtual do GlassFish, esse kernel HK2 ou (Hundred Kilobytes Kernel – kernel de cem Kb, em tradução livre do inglês) é descrito como “abstração ao módulo acoplado a um modelo componente simples, mas de alta performance, usado no desenvolvimento de software executado no servidor. É a pedra fundamental dos servidores de aplicativos GlassFish V3 e é resultado da ação conjunta de várias tecnologias”.

Messinger aponta enfaticamente para as plataformas Java e JavaScript como meio ideal de acessar APIs, no lugar do JavaFX Script, lançado pela companhia em 2007. “O motivo é a adoção em larga escala dessas linguagens em comparação ao JavaFX Script”. Segundo Messinger o JFXS deverá ser melhorado e as APIs em desenvolvimento deverão dar acesso aos recursos de aceleração de hardware presentes em placas de vídeo.

Semana passada a Oracle divulgou os resultados das eleições do comitê executivo da comunidade Java. Duas entidades chanceladas pela Oracle – Apache Software Foundation e a Red Hat - venceram o pleito. Já a terceira candidata da Oracle, a Hologic, não obteve votos suficientes.

Surpreso pela indicação da desconhecida parceira Hologic por parte da Oracle, o participante da JCP Steven Colebourne indagou à organização por que acreditavam que a empresa seria uma candidata viável para concorrer ao cargo. A Oracle respondeu que a parceira tem importantes contribuições a fazer para a participação de usuários finais e corporativa.

Outro candidato que teve sua concorrência questionada por Colebourne, o ex-CTO do Yahoo! Sam Pullara, também não conseguiu chegar ao cargo pretendido. A Google e a Eclipse Foundation foram eleitas.

fonte
victorhugomuniz
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Jesus está voltando, volte antes para Ele.

Imagem JavaBlackBelt


Voltar para Notícia

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes