Oracle Enterprise Linux também rodará em Sparc

Notícias relacionadas a Oracle, banco de dados, tecnologia, segurança, etc.
  

Mensagemem Ter, 07 Dez 2010 9:58 am

Oracle Enterprise Linux também rodará em Sparc, afirma Ellison

Linha Linux da Oracle deve colocar a organização em igualdade na disputa no mercado de servidores de alto desempenho

A Oracle irá distribuir sua suíte Linux Enterprise para a plataforma Sparc, desenvolvida pela Sun. Com a manobra, a empresa ganha força na concorrência contra a IBM e a HP no segmento de servidores de alto desempenho.

Larry Ellison, CEO da Oracle, anunciou a extensão da Família Linux Enterprise durante o lançamento de um dos sistemas Sparc, na quinta-feira passada, 2/11.

Sparc & Oracle

“Estamos convencidos da plataforma Sparc ter o processador mais adequado para rodar software da Oracle. Então, seria insensato não oferecer essa opção. Falta um bocado para isso acontecer, mas vamos chegar lá”, afirmou.

Hardware

Sobre a parte técnica, Ellison disse que o mais provável é que as linhas T4 e T5 da nova família de processadores Sparc seja a atual quando o sistema for oferecido para a plataforma da Sun. A linha T3 foi lançada em setembro passado, e a T4 deve chegar ao mercado em 2011.

Servidores munidos com o x86 da Oracle podem optar por rodar Solaris ou o Enterprise Linux, contudo os equipamentos com processadores Sparc continuarão a ser suportados apenas por sistemas operacionais Solaris.

Analistas

“Há clientes que rodam Linux em máquinas com Sparc, mas esse conjunto é mais adequado em casos de computação de alta performance, e não há suporte para esse ambiente”, afirma o analista da IDC, Jean Bozman.

A presença Linux Enterprise em máquinas Sparc vem igualar as forças na briga entre a Oracle e a HP, além da IBM; empresas que oferecem a opção de suporte às plataforma Unix e Linux em seus produtos de alta performance.
“Atualmente as empresas podem optar por Linux ou por sistemas proprietários Unix em qualquer conjunto de hardware, e em cima dessa solução ainda podem rodar ambientes virtualizados”, completa o analista-chefe da Insight64, Nathan Brookwood.

O Linux foi o sistema preferido pela Oracle antes desta adquirir a Sun. Agora, Ellison se refere ao Solaris como “sistema líder no planeta”, mas sabe bem que o que os clientes apreciam mais é liberdade de escolha. Quando opta por uma solução com os produtos Oracle, não deseja mais de um fornecedor.

Pluarlidade

“Queremos que nosso clientes escolham, que pensem o que será benéfico aos seus negócios. Sparc ou x86? Solaris ou Linux? E ponto”, diz Ellison. “Quando escolherem, não devem ter de optar entre mover da plataforma Sparc para a Power ou para a Solaris ou, então, a AIX. Vamos lhes dar liberdade entre as diferentes combinações de nossas soluções”.

Suporte

Outro anuncio de Ellison foi o lançamento da modalidade Gold Standard Services, com opções de suporte para clientes que quiserem rodar conjuntos seguindo indicações da Oracle.

Configurações Gold serão usadas nos laboratórios da Oracle para parametrizar atualizações e correções importantes. Assim, Ellison espera oferecer aos clientes estruturas de alto desempenho.

Na prática

Para Alberto Cozer, gestor dos departamentos de backup, de armazenamento e de operações UNIX da Nestlé Globe, sediada no estado norte-americano do Arizona, as migrações de plataforma são algo que deva ser apreciado levando-se em consideração outos fatores, que não apenas a pluralidade mencionada por Ellison.

"Não acredito que as vantagens em nívelo de aplicativos sejam sufucientes para justificar uma migração de plataformas. Há de se levar em conta, ainda, a questão orcamentária de tal manobra; adotar Sparc significa investimento razoável e alterações em conjuntos que usam o processador da Sun tradicionalmente custam mais que atualizações em sistemas munidos com Intel", afirma Cozer em entrevista por email.

Atualizações

Cozer concorda com a vantagem em termos de estabilidade, mas não atribui esse sucesso ao processador apenas. "Acredito que o Sparc seja uma plataforma mais estável que as soluções Intel, mas isso em função da arquitetura do servidor e não por causa do processador.Também acho que a Sparc ficou parado no tempo, ao passo que a Intel realizou melhorias importantes referentes à robustez em geral", diz.

As promessas de Ellison merecem um olhar cauteloso.

"Enquanto o roadmap da Oracle permenecer assim, confuso e sem entregar soluções que deem conta de sustentar aplicativos críticos - demanda geral em toda a indústria - é complicado fazer qualquer afirmação acerca do futuro para a Sparc", finaliza Cozer.

fonte
victorhugomuniz
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Jesus está voltando, volte antes para Ele.

Imagem JavaBlackBelt


Voltar para Notícia

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante