Oracle: olho no país, força no Sul

Notícias relacionadas a Oracle, banco de dados, tecnologia, segurança, etc.
  

Mensagemem Sex, 10 Dez 2010 8:16 am

Oracle: olho no país, força no Sul

O Brasil tem lugar privilegiado nas metas de investimento da Oracle para crescer nos próximos anos, conforme declarou na terça-feira, 07, o presidente da corporação, Mark Hurd. E no país, o Sul é uma das prioridades no projeto de expansão.
Explica-se: hoje, a região perde apenas para São Paulo e Rio de Janeiro em base instalada de tecnologia e aplicativos.
"É uma região muito importante para nós, onde atendemos a clientes fortes do segmento de indústria, especialmente manufatura; serviços e varejo", destaca o gaúcho Mário Tiellet, diretor de Vendas de Aplicativos da Oracle.

O governo também figura entre as grande contas da companhia no Sul: além de Renner, Guerra, Mundial e Benoit, entre outras empresas privadas de diversos segmentos, órgãos como o Tribunal de Justiça de Santa Catarina e o Tribunal de Contas do Rio Grande do Sul vão de Oracle, seja em ERP, banco de dados, BI ou a E-Business Suíte toda.

"Um exemplo de como esta região é forte para nós é que a filial de Porto Alegre é uma réplica da matriz de São Paulo. Temos lá todas as mesmas áreas - técnica, comercial, consultoria, executivos, tudo", salienta Tiellet.

E não são só os clientes que animam as projeções da Oracle para o mercado sulista: os parceiros também, a exemplo da porto-alegrense Advanced IT, que planeja se tornar a principal parceira da gigante norte-americana para soluções da linha GoldenGate, adquirida pela multi em julho de 2009, no Sul.

Segundo o diretor da companhia gaúcha, Fernando Ferreira, já em 2011 a meta é que a participação deste produto seja de 10% no faturamento geral da empresa, que hoje obtém aproximadamente 90% da receita em negócios direta ou indiretamente ligados à tecnologia Oracle.

A aposta no GoldenGate é também incrementar a meta de crescimento da Advanced IT para 2010, estipulada em 30%, o que deve gerar faturamento em torno de R$ 11 milhões.

“Vínhamos detectando a necessidade de clientes por uma solução que fizesse a integração e replicação de dados envolvendo bancos de dados heterogêneos. Assim, investimos no GoldenGate como um diferencial”, afirma Ferreira.

O investimento passa, por exemplo, pela capacitação de colaboradores para a venda e implementação da solução.

No meio deste ano, três funcionários da empresa porto-alegrense foram os únicos brasileiros a participarem de um treinamento ministrado à distância por um consultor dos EUA especialista em GoldenGate.

Outros dois profissionais da companhia também foram treinados e certificados em GoldenGate, estes por meio do Competency Center da Oracle, que foca o treinamento de desenvolvedores, implementadores e vendedores da ferramenta.

O GoldenGate
A solução é aplicada à captura, roteamento, transformação e entrega de dados entre ambientes heterogêneos.

A ferramenta, hoje na versão Oracle GoldenGate 11g, compõe, junto com o Oracle Data Integrator 11g Enterprise Edition, a base de dados da linha de soluções de integração da Oracle.

Os dois produtos são componentes da plataforma Fusion Middleware, nova linha de aplicativos da companhia norte-americana que, segundo Tiellet, vai dar à empresa "distinção única no mercado de aplicativos mundial dentro de três a cinco anos".

A linha Fusion conta com mais de cem módulos de aplicativos, tudo desenvolvido em arquitetura de middleware, o que proporciona a integração a qualquer sistema legado dos clientes; e orientados a serviços.

"As soluções se baseiam em oito pilares de negócio: financeiro, compras, contratos, SCM, vendas e marketing, HCM, projetos e Governance and Risk&Compliance", define Tiellet.

Quanto aos modelos de venda, o Fusion pode ser adquirido em formato SaaS ou licenciado. Além disso, quem já é usuário da E-Business Suíte, por exemplo, pode apenas migrar de módulos deste sistema para ferramentas semelhantes da nova linha sem custo algum.

"Trata-se da política Like to Like, que dá ao cliente a opção de decidir se faz um upgrade de seus módulos, ou se prefere migrar de vez para a nova solução", finaliza Tiellet.

* Gláucia Civa cobre o Oracle Open World à convite da Oracle.

fonte
victorhugomuniz
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Jesus está voltando, volte antes para Ele.

Imagem JavaBlackBelt


Voltar para Notícia

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Bing [Bot] e 1 visitante