Aprenda PL/SQL

Vistos dos EUA: crash em banco Oracle

Notícias relacionadas a Oracle, banco de dados, tecnologia, segurança, etc.
  

Mensagemem Qui, 07 Ago 2014 4:16 pm

Desde a última semana, pessoas de diversos países, incluindo o Brasil, tiveram que adiar suas solicitações de vistos de entrada para os Estados Unidos, devido a uma falha de segurança nos sistemas da embaixada norte-americana, armazenados em banco de dados fornecidos pela Oracle.
A suspensão foi declarada pelo governo dos EUA na última semana, mas segundo dados do Birô de Assuntos Consulares, o problema iniciou no dia 20 de junho, em uma atualização de software no Banco de Dados Consular Consolidado (CCD, na sigla em inglês).
Segundo informações da vice-porta-voz do Departamento de Estado, Marie Harf, a equipe de TI do CCD vem enfrentando problemas há vários meses, com deficiências em desempenho e necessidade de manutenções.
"Corrigimos ele para tentar resolver os problemas. No entanto, nosso banco de dados começou a ter problemas de desempenho logo após a manutenção ser realizada", declarou Harf à Associated Press. "Prevemos que vai levar semanas para retomar a capacidade de processamento de vistos completo", diz a nota.
Nos últimos dados abertos pelo CCD, a base contava com cerca de 100 milhões de submissões de vistos, com uma base crescente de 35 mil pedidos a cada dia. A informação é do site FCW.com, dedicado a assuntos de tecnologia do governo federal norte-americano.
O CCD é um dos maiores bancos de dados baseados em tecnologia Oracle no mundo, e é ligado a outras bases de dados importantes do governo dos Estados Unidos, como no FBI, Homeland Security e outras, com dados como identificação biométria, checagem de nomes, verificação de documentos, entre outros recursos.
Somente em 2013, os consulados norte-americanos ao redor do mundo emitiram cerca de 9,1 milhões de vistos de imigrantes. No Brasil, existem consulados em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Recife.
De acordo com o Departamento de Estado norte-americano, as pessoas que foram prejudicadas pelo problema não terão ressarcimentos pelos prejuízos sofridos.
"Lamentamos sinceramente qualquer atraso, inconveniência ou despesa que os candidatos tenham pode ter incorrido. Embora possa ser de pouco consolo para aqueles que experimentaram dificuldades, temos sempre muito cuidado para dizer que os viajantes não façam planos de viagem até fazer o visto estar em mãos", declarou o Birô de Assuntos Consulares em nota.
Segundo a divisão do governo norte-americado, mesmo quando o CCD volta à sua capacidade normal, a emissão de vistos pode sofrer atrasos. No Brasil, por enquanto apenas os passageiros em situação de emergência, como tratamento de saúde e falecimento de parente, tem prioridade para a obtenção dos vistos.

Fonte : http://www.baguete.com.br/noticias/04/0 ... nco-oracle
adrianoturbo
Localização: Brasília

Adriano Alves
---Para cada problema dificil existe uma solução simples.----


Voltar para Notícia

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante