Aprenda PL/SQL

Oracle: lucro cai, nuvem sobe

Notícias relacionadas a Oracle, banco de dados, tecnologia, segurança, etc.
  

Mensagemem Qua, 18 Mar 2015 6:41 pm

A Oracle divulgou esta semana os resultados financeiros do terceiro trimestre do ano fiscal de 2015, encerrado em 28 de fevereiro, apontando uma queda em seu lucro líquido, estabilidade da receita e um crescimento em seus serviços de cloud.

O lucro líquido da empresa ficou em US$ 2,49 bilhões, uma queda de 3% na comparação com os US$ 2,56 bilhões obtidos no mesmo período no ano fiscal de 2014. A receita da multinacional no trimestre foi de US$ 9,3 bilhões, cifra que não mudou em relação ao mesmo período no ano anterior.

Do total da receita, US$ 4,6 bilhões foram obtidos com atualizações e suporte de software, um crescimento de 2%, e US$ 1,98 bilhão com novas licenças e assinaturas de software, um recuo de 7% comparado ao mesmo período do ano fiscal anterior.

A área de hardware foi outra que teve declínio, caindo 2% para um faturamento de US$ 1,29 bilhão, dos quais US$ 712 milhões foram relativos a produtos e US$ 587 milhões referentes a suporte.

A divisão de serviços também teve queda, com uma receita de US$ 858 milhões, 3% a menos do que a Oracle contabilizou no terceiro trimestre do ano fiscal 2014.

Mesmo com as quedas, a multinacional levantou a bola de sua divisão de serviços de cloud, apontando um crescimento de 29% em relação ao ano anterior. No período divulgado, os serviços cloud tiveram um faturamento de US$ 527 milhões.

O resultado positivo com a divisão cloud animou o fundador e ex-CEO da companhia, Larry Ellison, que em outubro passado, durante o Oracle Open World, posicionou a companhia claramente como um player de cloud, chamando inclusive empresas como a Salesforce para a briga.

“Nosso negócio de nuvem está crescendo mais rápido do que eu esperava", afirmou o executivo em reunião com acionistas da empresa, reportou o Financial Times. Cutucando novamente a Salesforce, Ellison aifrmou que até o final de 2015 a sua companhia deve desbancar a empresa de Marc Benioff.

De acordo com números divulgados pela Oracle, os produtos de plataforma como serviço (PaaS) e software como serviço (SaaS) registram crescimento em demanda de mais de 100%.

O reposicionamento da empresa como um player de cloud também teve seus impactos negativos no balanço, com um aumento de 87% em despesas operacionais, o que foi explicado pela co-CEO da empresa, Safra Catz.

"Elas (as despesas) refletem o investimento em uma base para o enorme crescimento que estamos prevendo. Estamos claramente crescendo mais rápido que a Salesforce", afirmou a executiva, que divide o comando da companhia com Mark Hurd.

Para fins de comparação, segundo os resultados de 2014 divulgados pela Salesforce, a empresa teve uma receita de US$ 5,4 bilhões, crescimento de 32% sobre 2013.

Fonte: LINK
dr_gori
Localização: Porto Alegre - RS

Thomas F. G
https://www.patreon.com/glufke

Mensagemem Seg, 23 Mar 2015 5:53 pm

Muito estranho teve queda nos serviços e teve aumento na Cloud ?Acredito que Cloud se trate de um serviço,vai entender essas reportagens. :-o :D
adrianoturbo
Localização: Brasília

Adriano Alves
---Para cada problema dificil existe uma solução simples.----



Voltar para Notícia

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 4 visitantes