Oracle paga US$ 46 mi ao DOJ para acabar com processo

Notícias relacionadas a Oracle, banco de dados, tecnologia, segurança, etc.
victorhugomuniz
Moderador
Moderador
Mensagens: 1396
Registrado em: Sex, 01 Fev 2008 2:06 pm
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Contato:
:D

Oracle paga US$ 46 mi ao DOJ para acabar com processo contra Sun

A Oracle concordou em pagar US$ 46 milhões ao governo americano para acabar com o processo que acusava a fabricante de servidores Sun Microsystems, adquirida pela companhia de software no ano passado, de suborno e inserção de informações falsas em contratos públicos.

De acordo com comunicado do Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ), feito na segunda-feira, 31, a Sun pagava empresas de consultoria toda vez que fornecessem pareceres favoráveis aos seus produtos na assinatura de contratos com órgãos públicos dos EUA. A fabricante de servidores ainda era acusada de subornar integradoras de sistemas para que fizessem comentários positivos sobre seus equipamentos para facilitar a assinatura dos contratos. Com o pagamento da "multa", as acusações serão revogadas pelo DOJ.

Os contratos envolviam a General Services Administration (GSA), órgão governamental responsável pela administração de contratos com empresas privadas, e outras instituições federais americanas não citadas. O pagamento da taxa ainda livra a Sun por ter fornecido informações incompletas ou imprecisas sobre os preços de seus produtos em negociações com a GSA e com o Serviço Postal dos EUA. Essas informações fizeram com que as instituições pagassem valores acima do mercado pelos equipamentos da companhia.

Ainda de acordo com informações do DOJ, o litígio com a Sun, posteriormente transerido para as mãos da Oracle, é resultado de uma investigação que teve início em meados de 2004, depois da denúncia de dois americanos que se sentiram lesados por ações da empresa. Para o promotor-assistente da divisão civil do DOJ, Tony West, este caso demonstra que serão tomadas ações contra qualquer um que tenha atitudes prejudiciais aos órgãos federais dos EUA e, consequentemente, aos americanos.

As empresas não quiseram fazer nenhum comentário sobre o assunto.

fonte
Responder
  • Informação
  • Quem está online

    Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes